TRADUTOR (TRANSLATE)

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Creme de Cenoura com Gengibre

O gengibre transfere ao prato um frescor e ao mesmo tempo uma leve ardência.

INGREDIENTES (4 porções)

3 cenouras descascadas
2 batatas médias descascadas
1 cebola média
folhas de manjericaão
2 col sopa azeite de oliva
1 pedaço de gengibre de aproximadamente 2 cm
Sal a gosto
Pimenta do reino moída na hora a gosto

MODO DE PREPARO

Em uma panela, corte as cenoura, a cebola e as batatas em pedaços graúdos. Cubra com água e cozinhe até que estejam macias.
Retire da panela e coloque no liquidificador, junto com o gengibre e duas colheres de azeite, batendo bem. Coloque a água do cozimento aos poucos, até obter o ponto de creme desejado. 
Tempere com sal e pimenta do reino.
Na hora de servir, leve ao fogo em uma panela, para que fique bem quente. SIrva, com um fio de azeite e decore com folhas de manjericão.
Você pode acompanhar com fatias de pão com azeite, tostadas na chapa.


quarta-feira, 20 de julho de 2016

Risoto de Filé Mignon com Gorgonzola e Champignon

INGREDIENTES 

1 xíc chá de arroz arbóreo
2 xíc chá de filé mignon cortado em tirinhas
1 xíc chá de champignon fatiado
1 xíc chá de vinho branco seco
750 ml clado carne
1 colher de chá de noz moscada
1 cebola roxa picada
2 dentes de alho amassado
60 gr de queijo orgonzola picado
pimenta a gosto
cebolinha picada a gosto
azeite de oliva

MODO DE PREPARO

Tempere a carne com sal e pimenta do reino a gosto e reserve.
Em uma panela wok, doure o alho e a cebola no azeite. Acrescente o arroz, misture e deixe refogar. Acrescente o vinho branco e deixe cozinhar em fogo baixo até quase secar. 


Coloque a noz moscada, e comece a agregar o caldo conha a concha, sempre que estiver secando, sempre mexendo.
Quando o arroz estiver quase no ponto, em uma outra frigideira, coloque uma colher de azeite e acrescente o filé mignon, deixando refogar por 2 minutos. Agregue o champignon e refogue até que a carne doure e reserve.



Na mesma frigideira, derreta o queijo e misture à carne com champignon. 



Misture tudo com o arroz. Acrescente a cebolinha e sirva. 


Cream Cheese Caseiro

INGREDIENTES

1 pote de iogurte natural integral (sem sabor e sem açucar)
Temperos a gosto 

MODO DE PREPARO

Coloque um pedaço de tecido para queijo, ou uma fraldinha limpa dentro de um coador, e coloque isto sobre uma tigela. 
Coloque o iogurte  em cima do tecido, para que o soro possa escorrer para a tigela,  e cubra com as bordas do tecido. 
Leve para a geladeira por 8 horas.
Após este tempo, seu cream cheese estará pronto, faltando apenas você adicionar temperos a gosto.
Descarte o soro que ficou na tigela.






Mantenha na geladeira para que ele adquira ainda mais consistência.
Mantenha na geladeira em recipiente fechado por até 5 dias.
Você também pode deixar para tempera-lo na hora do uso.

Utilize em torradas, sanduíches ou saladas.

domingo, 17 de julho de 2016

Casal Garcia Tinto Doc 2014

País de Origem: Portugal, Vinho Verde, Minho
Vinícola: Aveleda
Safra: 2014

Composição: Vinhão (100%)
Teor Alcoólico: 10,0 %
Guarda: 2 anos

Características: apresenta uma cor rubi intenso, com olfativo de frutas vermelhas frescas, como morango e cassis. Vinho frutado, equilibrado e refrescante.
Faixa de Preço (06/2016): Em torno de  R$ 40,00
Ideal ser servido a temperatura de 15 graus.

Acompanha pizza de bacon, batata recheada com calabresa e cheddar, hambúrguer com fritas, mix de frios e queijos, espaguete à bolonhesa, bife à parmegiana, filé a rolê, queijos de média cura.

Minha avaliação:


PS: Pretendo voltar a avaliar este vinho, comprando em outra fonte, pois como já o experimentei em outras ocasiões, acredito que ele mereça uma melhor avaliação, estando este possivelmente prejudicado por uma má armazenagem no local onde foi adquirido.

Espumante Real de Aragón Cava Brut

País de Origem: Espanha, região de Calatayud
Vinícola: Bodegas Langa
Espumante Brut

Composição: Chardonnay e Macabeo
Amadurecimento: 10 meses em garrafa

Teor Alcoólico:  11,5 %

Características: Coloração amarelo claro brilhante com perlage elegante e permanente. Olfativo de frutas brancas como maçã e pêssego, notas de fermento e mineral. Espumante cremoso, fresco, gastronômico, equilibrado, com bom corpo e notas de brioche

Guarda:  3 anos
Faixa de Preço (07/2016): Em torno de  R$ 79,00

Ideal de ser servido a uma temperatura de 8 graus. Eu particularmente prefiro mais gelado.

Harmoniza bem com paella, mariscada, tapas espanholas, cocido madrileno, salada de folhas verdes com Parma crocante.

Minha avaliação:


PS: Este espumante recebeu 90 pontos na avaliação Robert Parker.

Goulart M The Marshall Ice Storm 2013

País de Origem: Argentina, Mendoza
Vinícola: Bodega Goulart
Safra:  2013

Composição: Malbec (100%)
Amadurecimento de 12 meses em barricas de carvalho francês.

Teor Alcoólico:  14,3%

Características: cor púrpura intenso. Com olfativo de geleia de frutas vermelhas e delicadas notas de especiarias doces, como alcaçuz e nuance de baunilha. Vinho elegante, frutado, com intenso frescor, taninos firmes, final longo e com aporte de especiarias.

Necessita de aproximadamente 20 minutos de decantação.
Guarda: 7 anos
Faixa de Preço (07/2016): Em torno de  R$ 78,00

Ideal de ser servido a uma temperatura de 15 graus

Harmoniza com carnes de uma maneira geral, mais especificamente com cordeiro ao chutney de hortelã, T-bone e coelho, risoto de shimeji, talharim à carbonara, e lasanha gratinada

Minha avaliação:


Goulart M The Marshall Barrancas 2013

País de Origem: Argentina, Mendoza
Vinícola: Bodega Goulart
Safra:  2013

Composição: Malbec (100%)
Amadurecimento de 12 meses em barricas de carvalho francês e americano

Teor Alcoólico:  14,3%

Características: cor rubi com reflexos violáceos. Com olfativo de frutas negras em compota, como cerejas e amoras, com delicadas notas de baunilha e óleo de coco. Vinho Intenso, maduro, de bom corpo, mineral, frutado, com especiarias e taninos robustos.

Necessita de aproximadamente 20 minutos de decantação.
Guarda: 7 anos
Faixa de Preço (07/2016): Em torno de  R$ 78,00

Ideal de ser servido a uma temperatura de 15 graus

Harmoniza com carnes de uma maneira geral, tipo costela no bafo, bife de chorizo ao chimichurri, picanha suína na brasa, Bife Wellington, talharim aos quatro queijos, e polenta ao molho de cogumelos.

Minha avaliação:


Matambre Recheado

INGREDIENTES

1 Matambre de aproximadamente 1,5 kg limpo
Sal e pimenta do reino a gosto
2 tomates picados sem sementes
1/2 pimentão verde grande picado
cubinhos de bacon a gosto
1 cenoura cortada em cubinhos
2 dentes de alho picados 
1 cebola picada
1 xíc chá de cebolinha verde picada
1 molho de tempero verde picado
Linguicinha calabresa fininha


MODO DE PREPARO

Abra o matambre, e tire todo o excesso de gordura. Tempere com sal e pimenta do reino a gosto.


Abra-o sobre uma bancada e espalhe sobre ele os tomates, a cebola, a cenoura, o pimentão, alho e a cebolinha e a salsa. Espalhe o bacon.



Coloque a linguicinha calabresa,  enrole o matambre e em seguida passe um barbante por toda a volta da carne enrolada apertando bem. Amare bem nas pontas para o tempero não sair.



Enrole bem o matambre com filme plástico ou papel celofane especial para churrasco. De diversas voltas no filme plastico.
Amarre bem as pontas, de modo que nada do suco da carne saia durante o cozimento.



Coloque em uma forma e leve ao refrigerador por no minimo 8 horas.
Leve ao forno preaquecido a 180 graus por aproximadamente 3 horas. Passado este tempo, abra e retire o invólucro plastico, e devolva o matambre ao forno para corar pelo tempo que achar necessário.



Para servir, retire os barbantes e corte fatias  de aproximadamente 1 dedo de grossura. Sirva com arroz branco e farofa, ou com o acompanhamento de sua preferência.


domingo, 10 de julho de 2016

Mini Tortinhas massa folhada Arosa

Mais um produto que trouxe da loja da Arosa de São Paulo e que não encontramos aqui em Porto Alegre.
Trata-se das Mini Tortinhas de massa folhada. Elas vem prontas para o uso, bastando apenas rechear. O pacote traz aproximadamente 80 unidades.
É uma mão na roda como aperitivo ou entrada.

Eu as recheei com diversos sabores, utilizando basicamente um musseline de batata, saborizado com: Gorgonzola e nozes, anchovas e alcaparras, tomate seco e azeitonas verde. Fiz também uma massa de ricota, queijo italiano e requeijão.
Ficaram ótimas, acompanhadas de um bom vinho  tinto.











Musseline de Batata

A musseline é uma espécie de purê, mais leve e aerado do que o tradicional, resultado da adição de creme de leite fresco. Sua origem é francesa.
Esta receita pode ser usada como acompanhamento de carnes e peixes, assim como base para pastas e patês, e ainda como substituto da maionese na cobertura de tortas frias por exemplo, para aquelas pessoas que não gostam de maionese.

INGREDIENTES

800 grs de batatas cortadas em 4 partes e cozidas
200 ml  (1 caixinha) de creme de leite fresco
2 col chá de sal rasas
1⁄2 xíc chá de azeite
Noz-moscada ralada a gosto


MODO DE PREPARO

Em uma liquidificador, bata as batatas cozidas, o creme de leite fresco e o sal. Bata até ter um creme relativamente homogêneo.
Com o liquidificador ainda ligado adicione o azeite a fio, noz-moscada ralada a gosto e bata até formar um creme liso.


Desligue o liquidificador, transfira para uma tigela e leve para gelar.


Você pode utilizar ela assim, ou como no meu caso, saborizar de diversas maneiras, criando pastas e patês diversos a serem usados em salgadinhos e aperitivos.

Com queijo gorgonzola e nozes

Com azeitonas verdes

Com anchovas e alcaparras

Com Tomate Seco




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...